Atins, um turismo sustentável
2021 - Maranhão

O Studio MEMM realizou uma busca de como gerar um Turismo mais saudável para pequenos vilarejos pelo Brasil.

Incialmente percebemos como produzimos arquitetura e urbanismo para as grandes cidades, sem dar a devida atenção à territórios menos grandiosos, por isso realizamos um estudo dessa evolução na cidade de São Paulo, contando com as marginais e antigas regiões industriais, as margens de trilho de trem, a Favela do Moinho e em baixos de viadutos.

Assim passamos para o estudo das pequenas cidades e vilarejos pelo Brasil, estimulados pelo turismo, que acabam tendo demandas muito além do que sua estrutura pode suportar. O estímulo financeiro trazido pelos turistas e as necessidades das populações sazonais resultam na evolução desses locais. A partir de imagens de satélite, observamos expansão territorial (construções e sistema viário) de Jericoacoara de 35%, São Miguel dos Milagres 60% e Atins, 55% no período dos últimos 15 anos.

Em Atins, já podemos perceber alguns reflexos do aumento de construções, como a erosão da faixa de areia por conta do desmatamento restinga. Mas por ser um vilarejo ainda pequeno, se torna uma oportunidade de local para investigar soluções para um turismo e desenvolvimento sustentável.

Além das grandes zonas de mangue protegendo o rio das vias de transporte do vilarejo, a análise apontou um eixo viário adensado contrastando com miolos de glebas vazios. Com um tecido ainda a se consolidar. Os grandes vazios nos núcleos dos lotes que contrastam com o cheio da via principal, podem vir a ser uma oportunidade para preservação da área.

Com o aprofundamento desse estudo conseguiremos entender melhor como funciona a região de Atins para elaborar uma futura proposta de planejamento sustentável.

No items found.
Atins, um turismo sustentável
Favela dos sonhos
2021 - Ferraz de Vasconcelos
+
© Studio Memm 2022. Todos os direitos reservados. Design e desenvolvimento Praia Design